POR QUÊ SEM GLÚTEN E POR QUÊ SEM LACTOSE???? NUTRIÇÃO CLÍNICA FUNCIONAL

 CARAS AMIGAS!!!


Esta semana vou explicar o por quê da nutrição clínica funcional.

Vou procurar esclarecer o por quê sem glúten, por quê sem lactose, por quê sem açúcar??


O GLÚTEN 
                 O GLÚTEN é uma proteína de difícil digestão presente no trigo, centeio, cevada e aveia, que pode desencadear reações do sistema imune e gerar vários sintomas no organismo.
                 Algumas destas reações imunólogicas ao glúten, pode trazer problemas ao organismo, umas delas e a mais grave é a Doença Celíaca.



                  Outras reações ao glúten são as alergias tardias ou escondidas, onde é difícil relacionar o alimento como o causador dos sintomas. As reações aparecem apenas 4 a 5 diias após o consumo do alimento, tornando difícil um diagnóstico.
                  É recomendado fazer uma alimentação isenta de alimentos que contenha glúten por um determinado período, de aproximadamente por 2 a 3 meses, para que que se possa analisar os sintomas sem, e depois reintroduzir o alimento e verificar novamente os sintomas.
                 Em grandes partes dos casos é constatado as sensibilidades  ou alergias tardias. Neste caso, o individuo deve consumir o alimento apenas uma vez a cada quatro ou cinco dias, mas poderá consumir alimentos que contenha glúten.
                Já na Doença Celíaca, o individuo não poderá mais entrar em contato com glúten para preservar sua saúde. Na DC os sintomas são diarréia crônica, esteatorréia (fezes gordurosas), cólicas abdominais, perda de peso entre outros.
                Na alergia tardia pode se manifestar por sintomas como: distenção abdominal, alternancia entre diarréia e constipação, dores articulares e musculares, inchaço, formigamentos e diminuição das sensibilidades dos membros, pele seca, grande queda de cabelos, infeccções urinárias, osteopenia ou osteoporose em adultos jovens ou crianças, depressão, hipoglicemia, anemia constante não responsiva á suplementaçao de ferro entre outros sintomas.
               Pela falta de enzimas humanas capazes de digerir a parte proteica do glúten, produz-se vários peptideos ou frações tóxicas para o organismo, provocando as sensibilidades ao glúten.
                   O trigo brasileiro foi modificado geneticamente para passar a conter de apenas 3% de glúten para 27% de glúten!!!! Além disso a industria alimenticia adciona mais glúten aos alimentos, por que é o gluten que dá a consistência de fofura...principalmente os pães de forma.
              Os alimentos fontes de glúten devem ser substituidos por alimentos de mesmo valor nutricional e calórica como farinha de arroz, fécula de batata, polvilho doce e azedo, fubá, amido e farinha de milho, tapioca, farinha de mandioca, amaranto, trigo sarraceno, quinua.
              É preciso tomar cuidado quanto ao indice glicêmico destas farinhas tanto quanto com a farinha de trigo, cevada, aveia e centeio, é aconselhado utilizar fibras solúveis e insoluveis, ou farinha de banana verde ou a biomassa de banana verde.


POR QUÊ SEM LACTOSE?????




                    Muito comum mas pouco levado a sério, a intolerância a lactose pode causar transtornos gastrintestinais. Porém, apesar de se falar muito mais na lactose, a caseina é a grande causa das doenças sistêmicas. As proteínas do leite são de difícil digestão. A beta-lactoglobulina também presente no leite junto com caseína não são digeridas no nosso organismo pela ausência de enzimas capaz de digeri-las.
                     Essas proteínas provocam inflamação na mucosa intestinal, facilitando a passagem de macromoléculas e metais tóxicos, que prejudicam a absorção de nutrientes, e causando diversos trasntornos no organismo.
             Essas alergias provocam sintomas como rinite, sinusite, bronquite, otite, dermatite, amigdalite, gastrite, esofagite, aumento de resistência a insulina, enxaqueca, fadiga, inchaços, constipação.
                Para saber se você tem a intolerância a lactose, deve ficar sem consumir leite e seus derivados, e preparações que contenham leite por 30 a 60 dias, depois reitroduzir e observar os sintomas. O ideal é anotar como se sentiu durante a abstinência do leite e comparar os sintomas quando se consome o leite e derivados.
                       Se você constatar os sintomas quando reitroduzir o leite, cosuma-o com intervalos de 4 a 5 dias e em quantidade moderada..   


POR QUÊ EM AÇÚCAR???

                   O açúcar é um fator antinutricional, que inibe a absorção de nutrientes, agride o intestino, causa desequilibrio na microbiota intestinal, pode causar inflamação e estimular em excesso a insulina, segundo Mayra Madi Corrêa. 
                           
                    Como se todo este mal já não fosse o suficiente, está relacionado com sindrome fungica, pois é um dos principais alimentos para os fungos, que desencadeiam diversos sintomas como hiperatividade e dificuldade de concentração, depressão, enxaqueca, ansiedade, fadia, candidíase, acnes, doenças autoimunes.
                      Procure reeducar seu paladar e ingerir sucos de frutas apenas com açúcar da própria fruta, o café sem açúcar ou pouco açúcar, diminiur a quantidade de doces e ser apenas nos finais de semana, ou doces que não tem adição de açúcar. O maior beneficiado com estas atitudes será você ganhando em disposição física, um excelente sistema imunólogico, beleza, pele bonita, barriga lisinha.

No nosso próximo encontro vou falar dos alimentos específicos que não contem glúten, nem lactose, sem açúcar e  sem conservantes, que são deliciosos e não provocam distenção abdominal ou nenhum dos desconfortos relatados acima.

Fica a dica da sua nutricionista favorita Letícia Costa